Solidariedade ao Nepal no Japão

11402432_472720259554276_8654902599063911914_o
Fonte: Sansar Nepal (2015)

No teto do mundo o Sol é intenso. E eles estão sem sombras.


Pessoas que continuam motivadas em ajudar as vítimas do
terremoto que atingiu o Nepal podem fazer doação de fundos que serão enviados a voluntários no país. Com experiência
em campanhas solidárias, Lenita Alves está divulgando a iniciativa de Arju Gurung, seu ex-companheiro de fábrica, que voltou ao Nepal para iniciar as atividades como professor de Língua Japonesa.

“Ação!”, exclama Inca Kamiunten, que apoia esta campanha de apoio a partir do Japão. “Não é ter pena. É enviar energia que vai fazer bem para eles. Imagina como está o coração de quem, de um momento para outro, perdeu tudo. Sabemos que pode acontecer aqui a
qualquer momento e agindo positivamente e sem temor, cosmicamente neutralizamos o perigo”, diz a terapeuta.

Quase dois meses após o abalo sísmico magnitude 7.3 em 25 de Abril, com epicentro em Lamjung, entre Kathmandu e Pokhara. O tremor ficou conhecido como terremoto Gorkha, causou mais de 8.800 mortos e deixou 23 mil feridos. Devido à infraestrutura precária do país dos Himalaias, a ajuda humanitária tardou a chegar às centenas de milhares de desabrigados.

No dia 30 de Maio a organização sem fins lucrativos ABC Japan enviou uma tonelada de provisões para atender a urgência das vítimas que perderam seu teto.

FullSizeRender(2)

O comprometimento dos nepaleses residentes no país Japão é
contagiante. Nas ruas do distrito de Sakae, em Nagoia, eles são
vistos com sua bandeira a angariar fundos para seu país. Em Tokai, o grupo coordenado por Lokhnath Ariyal, chef de um restaurante, arrecadou 550 mil ienes, enviados no dia 1º de Junho.

Desta vez, atendendo ao pedido Arju Gurung da escola de Língua Japonesa PEN Edutech Network, baseada em Pokhara, brasileiros e nepaleses unem forças no Japão numa nova campanha em prol das atividades dos jovens voluntários.

11165212_1635868219960585_529384835404687889_o

Eles viajam longos percursos em caminhões carregados, para chegar aos vilarejos mais afastados. As fotos mostram o grupo entregando mantimentos em uma localidade próxima ao Parque Nacional de Langtang, no distrito de Rasuwa.

“Esta foi uma dura jornada. Mas preferimos agir do que esperar as agências governamentais. As vítimas estão em vilarejos remotos nas montanhas, onde o acesso é difícil”, relata a página da ONG Sansar Nepal no Facebook.

Eles trabalham incansavelmente. Após organizar um inventário e comprar os alimentos mais convenientes, embalam devidamente para o transporte e distribuição. O trabalho continua noite adentro até o amanhecer.

No dia três de Junho, o grupo de Gurung e nove voluntários deixa Pokhara às cinco da manhã e viaja sentido leste, em direção à Rasuwa, na região central do Nepal. Após 193 quilômetros trilhados em doze horas, o grupo chegou a Dhaibung ao pôr-do-Sol. Lidando com ausência de luz elétrica e difícil acesso, os dez jovens nepaleses então, começaram a distribuir mantimentos entre os moradores, uma vez mais, até tarde da noite.

11187232_1635868346627239_5186874272014335725_o

No dia seguinte, novamente às cinco da manhã, o grupo já está preparado para outra tarefa. São cinco horas até o próximo vilarejo. “A dificuldade não está na distância e sim na altitude. O caminhão perpassa lentamente através de caminhos sinuosos, estreitos, muitas vezes sem estradas pavimentadas e, devido ao tremor
recente, com risco agravado de deslizamento.

“Outras doze horas sobre quatro rodas até retornarem à Pokhara. Foram aproximadamente cinco toneladas de provisões
e mantimentos distribuídas entre 225 famílias, beneficiando cerca de 1.220 pessoas.

É um exemplo de determinação e perseverança em ajudar pessoas em necessidade. Foi uma jornada inspiradora e repleta de calor humano. Eles nos dão esperança de que o Nepal vai se levantar das ruínas deste terremoto. Diferenças políticas, disputas religiosas, castas, etc., serão deixadas de lado pela felicidade de seus compatriotas”, reporta a página da ONG.

Ajude os nepeleses a continuar trabalhando por sua nação, doe a quantia que desejar, fazendo depósito no caixa eletrônico do Japan Post Bank. Agência: 12130. Conta: 84391541. Beneficiário: Limbu Surya Bahadoru (リンブ スリア バハドウル) do Peace and Harmony Group Japan, Toyota.

11313089_1635868049960602_1045272469196283774_o 11218478_1635868743293866_8779398773123664108_n

Uma consideração sobre “Solidariedade ao Nepal no Japão”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s